Mamoplastia


Também denominada como mamoplastia redutora e/ou mastopexia, é indicada para os casos de ptose mamária (queda do seio), prevenção de problemas causados por mamas muito grandes, como também é indicada para melhorar o aspecto estético da mama.

A cirurgia dura em média 03 horas, com anestesia peridural alta ou local com sedação assistida, onde as mamas podem ter seu volume reduzido e/ou a remodelação da mama através da exerese (retirada) do excesso de pele e tecido mamário. O período de internação dura em média 12 horas.

As cicatrizes podem ser colocadas de forma a ficarem bastante disfarçadas em ("T" invertido, em “L” periareolar, etc.).

O período de cicatrização vai de 30 dias ao 18° mês, podendo ter variações, sendo que nos primeiros meses a cicatriz é visível sendo que em alguns casos apresentam uma discreta reação aos pontos ou ao curativo.

Já nos últimos meses a cicatriz geralmente tende a se tornar mais clara e menos consistente, atingindo assim o seu aspecto definitivo.

Algumas pacientes apresentam tendência à cicatrização hipertrófica ou ao queloide, porém, existem vários recursos clínicos e cirúrgicos que permitem melhorar cicatrizes inestéticas, no período adequado.

Geralmente, o resultado definitivo é atingido somente entre o 12° e 18° mês após a cirurgia.

Os pontos são retirados entre 07 à 15 dias, sendo necessário evitar esforços físicos nos primeiros 15 dias.

Em caso de nova gravidez um período após a cirurgia, o resultado poderá ser preservado. Porém, quando se tratar de redução de mamas muito grandes, a amamentação poderá ficar prejudicada posteriormente.

O pós-operatório em geral não é doloroso, desde que a paciente siga às recomendações médicas e o repouso relativo nos primeiros dias.